"Cabe-nos a tarefa irrecusável, seriíssima, dia a dia renovada, de - com a máxima imediaticidade e adequação possíveis - fazer coincidir a palavra com a coisa sentida, contemplada, pensada, experimentada, imaginada ou produzida pela razão." Goethe

OCEÂNICA


Todo esse mar diante dos olhos
debruando em vagas ondas
- azuis e fartas -
avoluma-se, imaculado, na orla
de tantos descansos....

Um mar inteiro, que é apenas verso
 inquieto, em penas e voo de aves 
viajantes dos tempos,
em farpas de saudades chorosas 
ao cais de tantas... Embarcações.

Todo um mar em brisas cheias e alheias
a sóis e luas, e pedras e profundidades,
e pérolas e areia,
e sereias que seduzem en[cantos]
enredando corações pescadores.

Todo um mar diante dos olhos
 é espelho de céu e chão de estrelas,
jardim de corais
e mansos restolhos de almas, que lhos
segreda murmúrios de sais.


               Imagem: Tumblr

12 comentários:

  1. Nunca havia lido uma tradução tão linda do mar, nunca!
    Parabéns poetiza Lucy!
    Amigo e fã, Renato.

    ResponderExcluir
  2. Também nunca havia lido uma descrição tão linda do mar. Teu dom é admirável Lucy.
    Forte abraço querida poetisa! Parabéns também pelo dia!

    ResponderExcluir
  3. Tem coisas muito interessantes, o seu poema!

    Saudações poéticas!

    ResponderExcluir
  4. Lucy querida, cheguei de mais um dia de aula e o teu livro me esperava!
    Linda dedicatória, perfume maravilhoso (para tudo, que perfume é esse?)
    Cuidados e delicadezas tão singulares que só poderiam vir de ti.
    Já me encontro encantada!
    Beijo imenso na tua alma delicada e doce!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Amanda...
      Feliz demais pelo teu carinho, muito obrigada, de coração!
      Espero que possa ter muitos bons momentos com ele. Gratidão!
      Um beijo.

      Excluir
  5. Apesar de tua ascendência espanhola, esta poesia traduz a mais pura melancolia luzitana.
    Beijos poetisa Lu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Intencionalmente. Foi a forma que encontrei para retribuir o carinho com que os amigos além-mar têm recebido o meu livro.
      rs... Um beijo Messias.

      Excluir
  6. O meu olhar de encanto pelo o teu Mar descrito
    poeticamente em ondas inspiradas nos teus
    passos poéticos colhidos.
    O Mar é um dos meus grandes amores e portais
    de Poesia colhida em mim...rss
    Adorei, Poetisa!!
    Beijo e abraço de admiração.

    ResponderExcluir
  7. Aqui a poetisa deixa
    sem sombra de dúvidas,
    o selo da amplidão
    existente em seu dom!

    Um hino de beleza infinita!
    Forte e terno abraço, amiga Lucy!
    Humberto

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho para com as minhas digitais.

Real Time Web Analytics