"Cabe-nos a tarefa irrecusável, seriíssima, dia a dia renovada, de - com a máxima imediaticidade e adequação possíveis - fazer coincidir a palavra com a coisa sentida, contemplada, pensada, experimentada, imaginada ou produzida pela razão." Goethe

PROCISSÃO



                                o meu peito
                                é um campo aberto
                                e tudo que o Move 
                                e se move nele,
                                Trabalha para o Bem.

                                                decerto, por isso,
                                                não tenho comigo Memória alguma
                                                qu'eu deva 
esquecer.

                                cada Anoitecer e Amanhecer,
                                Labirinto e Vastidão,
                                Deserto e Nascente 
                                ...foram faíscas
                                que me fizeram Acender a Vida
                                e Aflorar o Espírito.

                                               cada Dor
                                               levou-me a Alma à Expansão
                                               e cada Enlevo
                                               permitiu-me Reverberar.

                                todos os Caminhos que andei
                                e que ainda irei passar,
                                são terrenos Sagrados...

                                                ...onde percorro
                                                com a mesma Intenção
                                                de uma boa Semente,
                                                que Acreditando no solo,
                                                Vivifica...

                                ...e Cumpre-se,
                                tornando-se Cúmplice
                                d'um átimo de Gratidão. 


                                                 [e mesmo quando estou Só

                                                 Imensidões andam comigo
                                                  - cada uma delas com os seus 
                                                  próprios Motivos]

 
                                 Em 2016
                  Imagem: Google


11 comentários:

Unknown

Uma oração!

Helio Pastre

Mas é sua a liderança!
Sublimação total!

Cidália Ferreira

Excelente! Parabéns.
Para reflectir

Beijo, bom fim de semana
Bom dia

Anônimo

Jacó Filho

Bom dia mestra Lucy Mara Mansanaris seu poema é simplesmente fantástico e com suas digitais... Amei de coração...

Nicolalys G

Li de manhã e desde então sinto algo diferente.Como isso é lindo Lucy!
Obrigada!

Anônimo

Boa tarde Lu, o teu olhar além de generoso costuma ser preciso, tens uma visão holística da vida humana de nos fazer inveja, teus versos desfraldam uma alma que não está apenas de passagem por esta materialidade, mas também cumpre a sua mais honrosa missão que é de lapidar-se em direção ao Divino, e para tanto carece desfazer-se das soberbas carnais, e se embriagar das virtudes Divinais, parabéns pelos teus norteadores versos, e contagiante ilustração, um beijo com muito carinho neste teu generoso coração que o meu coração tanto ama, MJ.

Amanda Lopes

Quem diria que a delicadeza florisse no inverno!
Muito emocionada com sua volta e com a profundidade do poema.
Não sei o que dizer senão que são sim digitais da sua alma!
Que lindo amiga! Sublime como o Helio disse!
Que você possa continuar nos presenteando com sua luz!
Tudo de melhor e mais belo!

Maria Rodrigues

Maravilhoso poema.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Arco-Íris de Frida

Atingiu minha alma... me emocionei...

Beijos...

Amanda Lopes

Lucy querida, tive que reler várias vezes seu poema-espelho tão reflexivo e significativo. Ainda me emociono, obrigado!
Tudo de melhor e mais belo!

Unknown

Grandioso Lucy!
Beijinhos :))

Real Time Web Analytics