"Cabe-nos a tarefa irrecusável, seriíssima, dia a dia renovada, de - com a máxima imediaticidade e adequação possíveis - fazer coincidir a palavra com a coisa sentida, contemplada, pensada, experimentada, imaginada ou produzida pela razão." Goethe

FILHO DA ESPERANÇA

     
                            Os olhos se vendo,
               consentidos de esperanças,
               caminham apenas amor.

                                  E sendo amor, enxergam
               a forma mais bonita que se há de ver.

                E passa a compreender, antes da fala
                 e crer, sem a necessidade dos altares.

                    É reconhecido, mansa e naturalmente,
                  pois que traz consigo algo sempre novo
                 para o que era antigo,
                 sempre íntimo de céu e salvação.

                 Acorda necessidades, mas nunca subtrai,
                                          pois que é todo evolução,
                 alimenta, porque é pão
                 e multiplica, porque também partilha.

                  Sonha em si a graça do outro,
                            na realidade do sempre
                 querer mais; ainda que tendo tudo,
                 sabendo o quão grande
                 é sua sorte.

                 Não conta os dias, apenas contempla
                                 os aromas de cada estação,
                 coroando com paz
                 e crucificando com algum cuidado.

                                            Pois que é maduro e humilde,
                  destes que chora todas as lágrimas do mundo
                  sem medo de ser ridículo, sem temer os perigos,
                  pois que muito maiores são os risos
                  e ainda maiores os seus frutos.

                                E se vê diante de tanto para viver,
                   percebendo o quanto o mundo é pequeno,
                   afaga-se nos braços infinitos
                   do mais virtuoso círculo que possa
                   existir.

                                       ...E o chama de família
                    e passa a viver por ela todos os dias
                    porque não há melhor justificativa,
                    porque não há melhor razão.

                      Sentindo-se integrado ao universo,
                                          exalta paz e gratidão,
                     sabendo-se capacitado para vencer
                     todos os caminhos e desafios.

                               Porque sempre ganha,
                     ainda que tenha que perder,
                     na certeza da bem aventurança.

                                              E cala querendo dizer,
                      porque o gesto é a melhor linguagem
                      e diz querendo aquietar-se
                      porque mais que a palavra, o timbre da voz 
                      pode ser a canção que afaga
                      e a atitude que salva.

                                   E erra tentando acertar,
                        acertando na falta de intenção
                     e erra tentando aprender,
                     acertando novamente ao buscar 
                     de si, a melhor versão,
                      por sempre saber que o sempre
                      é construção. 


               Imagem: Google

13 comentários:

  1. não sei como vim parar aqui mas isso me ajudou muito
    deve ser verdade que anjos existem

    ResponderExcluir
  2. Que poema Lindo! Adorei

    Dia feliz, beijo.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Como valeu a pena esperar Lucy! Esse poema me emocionou deveras!
    “O amor filho da esperança, enxerga a forma mais bonita que há pra ver, sonha em si a graça do outro/não há melhor justificativa nem melhor razão, o gesto é sua linguagem, multiplica porque também partilha”
    Que preciosidade! Sabedoria e sensibilidade! Transcreveria ele todo, quanta luz!
    Tantas famílias se dissolvendo hoje em dia, falta amor, respeito, às vezes faltam os filhos que ganham o mundo e acabam se afastando, partindo e não partilhando, mas enquanto há esperança tudo é possível, não é mesmo querida? Benditas letras, multiplicadas sejam! Minha querida tenho um pedido muito especial, farei pelo contato. Forte abraço! Tudo de melhor e lindo!

    ResponderExcluir
  4. Lu, seu poema é divinal!!!! A família é um bem de imensurável valor e a cada dia devemos reconhecê-la e honrá-la. A contemporaneidade pensa ter transformado ou reformado seus valores, como se pudesse pagar um preço que não existe, o que na verdade isso chama-se outra coisa: PERCA.Só isso e mais nada.As coisas perdem seu valor porque de fato nunca o tiveram, porém a família não é uma coisa ou algo que se possa comprar ou trocar, como um produto de mercado. E caso seja, é porque nunca foi família. Gostei muito parabéns minha querida. Um abraço. Abá

    ResponderExcluir
  5. Minha amiga
    Anos atrás, já na primeira vez que te li no site do RL notei que possuía algo de único e encantador, sempre se mostrando mais madura que o habitual da idade, não só na poesia mas na forma como respondia aos colegas, bondade e generosidade são lindas constantes tuas!
    Esse poema só veio a abrilhantar ainda mais o caminho da amiga que se eterniza a cada passo.
    Está impecável! Hoje li o melhor poema da minha vida e ele me chega pela amiga Lucy.
    Mas isto não é surpresa alguma.
    Forte e terno abraço, Humberto.

    ResponderExcluir
  6. Lu:
    Que se pode dizer, em tão pouco espaço, de tanta coisa... Teu poema, querida amiga, é imenso; abarca não um tempo, não uma vida, não um momento mas, todo um ideal de vida eterna, de sentimentos puros e nem por isso menos ardorosos... Teus versos fluem qual se o teu pensamento, o teu eu, a tua alma transbordassem de uma fonte muito além do horizonte conhecido...
    Cada estrofe tua é um convite à reflexão, à mudança de hábitos; a família que tu falas é simplesmente o Amor! Este amor que só os sonhadores da vida real conseguem vislumbrar de quando em vez.
    Não há nenhum destes versos, nenhuma destas estrofes que eu ( leitor de poesia) possa e deva destacar, pois se assim o fizesse estaria arrancando um pedaço de tua alma transcrita em folha de papel...
    Lindo, lindo.
    Forte abraço com a minha admiração de sempre
    Nelson

    ResponderExcluir
  7. Melhor título não poderia haver!
    Tudo perfeito!
    Forte e terno abraço, Humberto.

    ResponderExcluir
  8. Sim, o amor é o sentimento mais sublime e revolucionário
    do bem e da felicidade. Na expressão do amor, o silêncio,
    os gestos e as palavras sempre no balé de harmonia e coerência.

    Desejo este amor envolvendo a tua vida com a tua família,
    querida Amiga!

    Beijo e abraço de paz de alma.

    ResponderExcluir
  9. Os meus milagres são fáceis de explicar

    ResponderExcluir
  10. Uma alma linda torna as outras mais bonitas também, sendo muito linda reflete no seu exterior, encanta!
    Dois dias aplaudindo.

    ResponderExcluir
  11. Passando para lhe desejar um bom fim de semana.
    Adorei a musica


    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho para com as minhas digitais.

Real Time Web Analytics