"Cabe-nos a tarefa irrecusável, seriíssima, dia a dia renovada, de - com a máxima imediaticidade e adequação possíveis - fazer coincidir a palavra com a coisa sentida, contemplada, pensada, experimentada, imaginada ou produzida pela razão." Goethe

V E R N I Z


                   Que mal tem
                  insistir que sim,
                  - está tudo bem -
                  e sorrir querendo chorar?

                  Que mal há
                  em fazer força pra esquecer
                  o motivo do sofrer
                  e ainda mais lembrar?

                  Pouco importa
                  esse sentir-se estranha
                  “o tempo todo, em todo o tempo”
                  ver o dia cinzento
                  e pintar o céu de vermelho...

                  Qual o problema
                  em olhar-se no espelho
                  e encontrar uma falta no lugar?

                  Então faço de conta 
                  que não quero chorar...
                  Invento um motivo,
                  uma fuga,
                  esperando da lua
                  alguma tranquilidade.

                  Empresto uma imagem
                  algo que agrade 
                  - nem precisa ser de verdade -
                  e mesmo não sendo
                  ainda assim, cada ato
                  nascerá feito carícia.

                  lumansanaris
                  Imagem: Google
   
 

6 comentários:

Reflexos Espelhando Espalhando Amig

Encantada com tantas verdades
explicitas expostas
em uma só poesia
de forma tão delicada.
Bjins
CatiahoAlc.

NLC POESIAS

Não há mal nenhum amiga!! Pq no coração a gente não manda, mas que tudo sirva para inspirações tão lindas como essa. Lindos versos, amei, bjs

Bell

A vida tem a cor que vc pinta =)

Alcir

Bem, o que dizer...
Encantado, você sempre escreve coisas que me encantam...

Beijo

Anônimo

SERGIO NEVES - ...poeticamente fulgurante o brilho desse teu "Verniz"! / ...sentido! ...profundo! / Carinhos, Lu.

ania

Nem sei o que dizer, pois me encantei e me emocionei...lindo, lindo...toca a alma! Parabéns, Lu! um abraço cheinho de saudades!!!

Real Time Web Analytics