“Não queiras ter pátria, não dividas a terra, não arranques pedaços ao mar. Nasce bem alto, que todas as coisas serão tuas...” (Cecília Meireles)

REFLEXOS


...e todas as minhas partes, foram deixadas contigo
restaram-me delas, apenas o pó.
agora, um profundo silêncio me vela
e mesmo que deitada - em inéditos abismos -
os melhores sentimentos,
ainda me soletram o teu nome. 

Lumansanaris 
(excerto de um poema que parece não ter fim)
Imagem: Google


Real Time Web Analytics