“Não queiras ter pátria, não dividas a terra, não arranques pedaços ao mar. Nasce bem alto, que todas as coisas serão tuas...” (Cecília Meireles)

DESPEDIDA


Imensidões esperavam
o momento certo para saltarem
de meus olhos...
Mas,
os momentos todos
foram adiados...
E então
os ventos sopraram de leve
algo muito parecido
com um “sinto muito...”
Respondi com silêncio
porque comigo,
ainda havia amor...
E nunca ninguém soube,
mas eu sentia muito mais!

Lumansanaris
 Imagem: Google



ENCHENTES

Atravesso a noite
como quem desafia o mar
- ponta a ponta –

Afogo lágrimas,
estanco sentimentos
e sinto tanto,
que me canso de sentir.

E quando no horizonte
um raio de luz
sopra para longe a escuridão,
guardo tudo dentro de mim
pois assim, não acordo
as chuvas de minhas manhãs.

Caso fizesse diferente,
provocaria enchentes!

Lumansanaris
Imagem: Google


Real Time Web Analytics