“Não queiras ter pátria, não dividas a terra, não arranques pedaços ao mar. Nasce bem alto, que todas as coisas serão tuas...” (Cecília Meireles)

AMBIDESTRIA


É leve 
o escorregar de minhas mãos
sobre o papel.
Apurei as duas em atividade
o meu lápis, carrega dez digitais!

Pela mão direita
brotam-me os versos revoltosos
de certo que por serem - da direita -
têm melhor percepção
entre o certo e o errado.

Já os da mão esquerda...

Ah essa minha esquerda!
Seus traços todos
já nascem condenados
pois é dela o registro dos assuntos 
desse meu louco coração! 

Lumansanaris 
Imgem: Google

Um comentário:

  1. Lindo! Os dois lados da gente (e de tudo) numa bonita composição de Lu. Parabéns, Lu!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho para com as minhas digitais.

Real Time Web Analytics