"Cabe-nos a tarefa irrecusável, seriíssima, dia a dia renovada, de - com a máxima imediaticidade e adequação possíveis - fazer coincidir a palavra com a coisa sentida, contemplada, pensada, experimentada, imaginada ou produzida pela razão." Goethe

ESTÁTUAS


 É no vértice dos altares, onde a arte habita,
que o meu espírito busca repouso...
 As pálidas frontes, seduzem-me ao toque,
e os seus gélidos contornos, 
emprestam-me uma imensidão de vida.
Entregue e completamente seduzida
pela rara essência de seus muitos mistérios
 - em silente adoração -
alcanço das somas, a máxima harmonia.
E o meu espírito, em forma de brisa
desnuda-as a virgindade dos suspiros
invocando-as a entrega...
E suas respostas, são em coro,
um lindo coro lírico...
E elas dançam bem no momento
em que os sinos, anunciam aos ventos
o acréscimo das horas...
É no vértice dos altares, onde a arte habita
que o meu espírito celebra a vida
pois, que das pálidas frontes - vazias -
transborda um espírito chamado poesia.

Lumansanaris 
*Imagem Eros e Psique Canova


4 comentários:

Lamarque

ta bonito seu espaço. prossiga investindo nele. parabens pelo texto. abraços lamarque

Ana Bailune

Bom dia, Lucy Mara! Maravilhosa conexão entre arte e artista!

Vera Regina Cazaubon

Boa Noite minha querida, parabéns por teu lindo espaço e aplausos para esta magnífica composição poética. Doces beijokas e um bom final de semana.

Denis

Olá.

Belo texto e belíssima escolha da imagem da estátua de Eros e Psique. Parabéns pelo blog e estrei acompanhando-o.

Bom dia.

;D

Real Time Web Analytics